Orquestra Sinfônica segue temporada com atrações inéditas

Dando continuidade a bela e bem sucedida Temporada 2009, a Orquestra Sinfônica de Sergipe (ORSSE), regida pelo maestro Guilherme Mannis, realiza no próximo dia 06 de agosto, quinta-feira, às 20h30, no Teatro Tobias Barreto, mais um de seus marcantes concertos e com inédito repertório no Estado. A apresentação, realizada pelo Governo de Sergipe através da Secretaria de Estado da Cultura (Secult) e com o patrocínio do Instituto Banese, pretende atrair os amantes da música clássica em Sergipe.

De acordo com Eloísa Galdino, secretária de Estado da Cultura, a Temporada 2009 está consolidando o processo de amadurecimento pelo qual a orquestra está passando desde 2007, a partir do início de um investimento maciço do Governo do Estado, e isso tem uma conseqüência importante. “Com o fortalecimento da ORSSE, que teve como ótimos resultados a turnê nacional e a presença de nomes como Michel Legrand e Maria João Pires em nosso Estado, o Governo tem dado sua contribuição para a formação de um público local de música sinfônica. Hoje, é possível apreciar música erudita de alta qualidade em um belo teatro, o Tobias Barreto, e com ingressos a preços populares. A formação dessa plateia tem uma importância cultural diferenciada e bastante significativa para Sergipe”, comentou.

Sob a regência do maestro convidado Helder Trefzger, o grupo apresentará uma obra contemporânea do compositor capixaba Carlos Cruz, a Suíte em três movimentos para Orquestra de Cordas, além de peças tradicionais do repertório, como a Sinfonia Concertante para cordas de Mozart e a Sinfonia nº 4, do compositor romântico alemão Franz Schubert.

Os solistas da vez são músicos de grande importância no cenário artístico nacional: o violinista russo Yuriy Rakevich, solista da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (OSESP), e o violista paulista Renato Bandel, solista da Orquestra Sinfônica do Teatro Municipal de São Paulo e egresso da Academia de Música da Orquestra Filarmônica de Berlim.

Os ingressos, já estão disponíveis na bilheteria do Teatro Tobias Barreto, a preços populares (R$ 10,00 inteira, R$ 5,00 meia).

Trajetória

Helder Trefzger é Maestro Titular da Orquestra Filarmônica do Estado do Espírito Santo desde 1992 e Bacharel em Regência pela UnB – Universidade de Brasília e pela Universidade Federal de Minas Gerais. Teve como principais professores Cláudio Santoro, David Machado e Roberto Duarte.

Em 1990, participou do curso “The Moscow Conservatory in América”,na Rutger’s University (New Brunswick – NJ), com Igor Beszrodny (Diretor Musical da Moscow Chamber Orchestra) e Pavel Kogan (Diretor Musical da Moscow State Symphonic Orchestra), violinista e filho do célebre Leonid Kogan. Já em 1991 estudou com o Maestro Francesco La Vecchia, no Festival de Anzio-Itália. O músico dirigiu ainda, como convidado, a Orquestra Sinfônica do Teatro Municipal do Rio de Janeiro, Orquestra Sinfônica de Porto Alegre, Orquestra Sinfônica de Minas Gerais, Orquestra Artave (Portugal), New World Young Orchestra (Brasil, Itália e Bulgária) e a Orquestra Sinfônica de Bourgas (Bulgária). Realizou ainda um concerto na cidade do Porto (Portugal), além de duas apresentações à frente da Orchestra Sinfonica di Roma, no Auditório della Conciliazione (Vaticano).

Os solistas

Nascido em Leningrado, atual São Petersburgo, Yury Rakevich, começou os estudos musicais aos seis anos e aos 18, foi admitido no Conservatório de Moscou, onde concluiu o curso. Estudou com os professores M. Gantvarg, A. Reznikovsky, B. Belenky e fez masterclasses com Z. Bronn na Itália e com M. Lowe nos Estados Unidos. Diplomou-se no II Concurso Internacional de Violino de Henryk Szeryng. Foi solista em concertos para violino e orquestra, tais como os de Sibelius (com V. Sinaisky, na Rússia), nº 5 de Mozart (com S. Carballeda, no México), Tchaikovsky (com Bernal Matos, no México) e de Mendelssohn (com J. B. Ullerich, no México), além da Tzigane de Ravel e o Poème de Chausson (com Fuat Mansurov, na Rússia, e também com Francisco Pereda, no México).

O violinista apresentou-se ainda em recitais, com o pianista Alexander Bloch na Alemanha e foi integrante do Quarteto Tchaikovsky no México. Trabalhou como concertino da Orquestra Sinfônica de Maily e da Filarmônica de Moscou, na Rússia; como spalla da Orquestra da Ópera e Balé de Belas Artes do México, como solista da Sinfônica de New Hampshire (EUA) e como spalla convidado da Orquestra Sinfônica de Adelaide, na Austrália. Atualmente, além do trabalho com a OSESP, é membro do Quarteto Glazunov.

Renato Bandel iniciou seus estudos de música aos seis anos de idade, com sua mãe em Piracicaba – SP, sua cidade natal. Estudou com Maria Lúcia Krug, Celisa Frias, Ed Walson Marafon, Yoshitame Fukuda, Elisa Fukuda, Marcelo Jaffé, Paulo Bosísio, Neithard Resa e Hartmut Rohde. Aos 20 anos, recebeu uma bolsa para estudar na Academia da Orquestra Filarmônica de Berlim, logo após realizou concertos com a orquestra sob regência de Claudio Abbado, Daniel Barenboim, Seiji Ozawa, Günter Wand, Zubin Mehta, Bernard Haitink, Simon Rattle, Nikolaus Harnoncourt entre outros, em várias cidades européias. Com esta orquestra, realizou diversas gravações de CD e DVD.

Em 2000, graduou-se na Universidade de Artes de Berlim, titulando-se como mestre.
Recebeu o “Prêmio Carlos Gomes – Melhor Conjunto de Câmara” em 2006, como integrante do Quarteto Camargo Guarnieri.

Durante sua estadia de sete anos em Berlim, integrou a “Ensemble Oriol Berlin”, realizando concertos na Alemanha, México, Portugal, com renomados solistas internacionais. Atuou também como músico convidado na Orquestra Gulbenkian (Lisboa / Portugal). É professor do Instituto Baccarelli (São Paulo).

Ficha Técnica:

Orquestra Sinfônica de Sergipe – Direção Artística Guilherme Mannis

Temporada 2009 – Teatro Tobias Barreto

06 de agosto de 2009, quinta-feira, 20h30

HELDER TREFZGER, regente

YURIY RAKEVICH, violino

RENATO BANDEL, viola

Ingressos: R$ 10,00 (inteira), R$ 5,00 (meia)

Realização: Secretaria de Estado da Cultura – Governo de Sergipe

Patrocínio: Instituto Banese

Apoio: Segrase

Informações: (79) 3179-1491/1480

sinfonica@cultura.se.gov.br

http://www.orquestrasinfonica.se.gov.br